Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

HISTORIA DE ILHABELA

HISTORIA DE  ILHABELA

 www.eventosilhabela.livrenegocios.com.br

         O município de Ilhabela, cuja sede situa-se na maior ilha marítima brasileira, a Ilha de São Sebastião, é um arquipélago que compreende também as ilhas de Búzios, Vitória, Serraria, Sumítica, dos Pescadores, das Cabras e outras menores. Encontram-se em latitude 24ºS e longitude 40ºO.

         Essa belíssima Ilha de São Sebastião recebeu este nome em 1502 em homenagem ao santo do dia. Quem a nomeou foi Gaspar de Lemos quando de sua passagem junto a expedição de Américo Vespúcio pelo canal.

         Não há registros da existência de povoamento na Ilha na época da colonização. No século XVI, foi palco de intensas disputas pela região, quando corsários a mando da coroa britânica usaram a posição estratégica da ilha para tentar impedir a colonização portuguesa. Em 1563, José de Anchieta, ainda não ordenado padre, acompanhou Padre Manoel da Nóbrega na celebração da primeira missa da ilha.

         O povo caiçara  a Ilha se deu na miscigenação de brancos e índios e deve ter ocorrido desde o inicio da colonização, embora não haja registros.

         Em 1592, o Corsário inglês Thomas Cavendish fez da Ilha base para um ataque à Vila de Santos. Ao deixar a Ilha, porém, muitos de seus marinheiros preferiam permanecer e estabelecer-se na Ilha.

         O registro mais antigo de povoamento português na Ilha data de 1603 e trata-se da doação de uma sesmaria a Diogo de Unhate e a João de Abreu. A partir daí, as primeiras famílias se estabeleceram e começaram a praticar a agricultura, cultivando cana-de-açúcar, mandioca, café e algodão. O fumo e o anil chegaram a ser maiores culturas de exportação.

         Os primeiros engenhos de açúcar foram implantados em todo o litoral desde o século XVII, movimentados pela mão-de-obra escrava. Os engenhos eram acoplados à moradia, feita de alvenaria de pedra e pau-a-pique eles adotavam o sistema de instalação de trabalho e moradia sob o mesmo teto para facilitar a fiscalização.

         Em Castelhanos, era habitual o desembarque clandestino de negros, eles andavam cerca de 30km entre serras e mata para chegar até a frente da Ilha, onde eram vendidos para fazendeiros de todo o litoral e até para o interior. O traficante de escravos mais conhecido fora o pirata espanhol Borges, que tivera sua moradia na Ilha.

         Em 03 de setembro de 1805, atendendo as reivindicações dos moradores que já passavam de três mil, a Ilha passou ao status de Vila, com o nome de Villa Bella da Princesa.

         Durante a guerra pela desanexação da Província do Uruguai do território brasileiro, a Ilha foi usada como base para corsários atacarem a costa brasileira. Muito desses corsários, ao final da guerra, teriam acabado integrando-se ao trafico negreiro de escravos, realizado clandestinamente após a proibição deste, através da mesma baía. Esses corsários deixaram sua marca na constituição do povo caiçara.

         Consta que na Ilha houve dois Quilombos, refúgios de escravos, um no Perequê e outro no Ilhote, sendo que apenas o segundo constituiu local de habitação dos escravos após a libertação pela Lei Áurea. Esses descendentes contribuíram muito com tradições da cultura caiçara, como a Congada, seus instrumentos e danças na festa de São Benedito.

         Na primeira metade do século XIX, a cultura do café também teve sua expressão na Ilha.

         Os antigos engenhos de açúcar foram adaptados ao fabrico de aguardente, que passou a mover a economia local a partir de meados do século XIX, no final desse século a população da Ilha chegava a onze mil habitantes e existiam no mínimo trinta e um engenho.

         A tradição da pesca foi desenvolvida também pelos portugueses e açoreanos que colonizaram o litoral.

         Na segunda metade do século XX, a presença de japoneses contribuiu para a instituição de novas técnicas de pesca.

         Em maio de 1934 um Decreto do Inventor Federal no Estado de São Paulo, Armando de Salles Oliveira, extingue a Comarca de Villa Bella da Princesa. No mesmo ano, em 05 de dezembro, novo decreto restabelece o município de Villa Bella.

         Em 1935 foi inaugurada a estrada que permitiu a ligação de São Sebastião a São Paulo. Em virtude de uma nova mentalidade, que considera terapêutica as férias à beira-mar, tem-se o primeiro movimento veranista rumo ao litoral, estes, vinham em navios a partir de Santos, entre eles artistas interessados em captar a essência local, são exemplos Heitor Villa Lobos e Mário de Andrade.

         Em 30 de novembro de 1938, novo quadro de divisão territorial do Estado estabelece o novo nome da já então cidade de Vilabela. Em 02 de abril de 1940, através de Decreto, a cidade, distrito e município de Vilabela passa a se chamar Formosa.

         No mesmo ano, um Decreto-Lei de 30 de novembro, que passava a vigorar em 1º de janeiro de 1945, cria os distritos de Cambaquara e Paranabi, este último sediado no povoado do Sombrio e compreendendo o arquipélago de Búzios e Vitória, a partir de terras desmembradas da sede do município, já então denominado Ilhabela.

         Em 1958 a ilha abre-se para o automóvel, que já pode atravessar o canal através do ferry-boat (balsa), e esse movimento se acelera a partir da década de 60 desenvolvendo o turismo e veranismo.

         em 1977 foi criado o Parque Estadual de Ilhabela, abrangendo 85% da área do município, visando conservar os recursos florestais da atividade predatória.

         A partir de então a Ilha tornou-se um balneário procurado por turistas e veranistas para desfrutar de suas belezas, bem como por aqueles que visam a preservação ambiental, tornando a Ilha economicamente turística.

 

 Links de Assessoria Documental

 www.brcartorio.com.br
http://certidaobr.com.br
 
www.brprotesto.com.br
 
www.cartoriosweb.com.br
 
www.certidaosp.com.br
 
www.certidoesimovel.com.br
 
www.protestobr.com.br
 
www.tabelionatobr.com.br
 
www.webcertidao.com.br

   www.2aviacertidao.com.br

 

  O GRUPO AZ É ESPECIALIZADO EM DIVULGAÇÃO NA INTERNETPesquisa no Google a frase abaixo (inclusive c/ entre aspas) e neste momento consta indexadas 99 paginas do mesmo produto: (espalhados no nossos 9 sites)

Através dos Sites que possui, o Grupo AZ busca oferecer a seus clientes uma forma simples e objetiva para que sites, produtos e serviços sejam divulgados na internet e indexados por buscadores como o Google, Bing e Yahoo, proporcionando assim mais visitas e consequentemente maior resultados.

   EXEMPLO DE LINK INTELIGENTE: Segue um exemplo de um produto anunciado no azofertas

 

                                                                       “Violão Takamine ano 1991″

————————————————————————————————————————-

                                        Anunciando no Az Ofertas você poderá ter seus anúncios em todos os sites abaixo:

                                            
                                                                       TODOS OS  SITES DO GRUPO AZ


AZ Ofertas –
http://www.azofertas.com.br – Site de anúncios e de negócios com integração de pagamentos via Pag-Seguro e Pagamento Digital.

———————————————————————————————————–
AZ Compras –
http://www.azcompras.com.br – Site que divulga anúncios com destaque no AZ Ofertas.

———————————————————————————————————–
Big MOL –
http://www.bigmol.com.br – Site que divulga anúncios com destaque no AZ Ofertas.

———————————————————————————————————–
Big Barato –
http://www.bigbarato.com.br – Site que divulga anúncios com destaque no AZ Ofertas.

———————————————————————————————————–
AZ Guia –
http://www.azguia.com.br – Site que divulga todos os anúncios efetuados no AZ Ofertas

———————————————————————————————————–
AZ Anúncios –
http://www.azanuncios.com.br – Site de anúncios e classificados

———————————————————————————————————–

AZ Grátis – http://www.azgratis.com.br – Site de anúncios e classificados

———————————————————————————————————–
Lista Pro –
http://www.listapro.com.br – Site que divulga todos os anúncios efetuados no AZ Anúncios e no AZ Grátis

———————————————————————————————————–
Informei –
http://www.informei.com.br – Site que divulga todos os anúncios efetuados no AZ Anúncios e no AZ Grátis

———————————————————————————————————–

Os sites possuem opções para anunciar gratuitamente, bem como de efetuar anúncios com destaque e através de banners em locais privilegiados.

 

 

 

Copyright© 2009 CartoriosBR - Design By Brtem